MENU FECHAR

Fotografia clássica é tema de dicionário brasileiro

Fotografia clássica é tema de dicionário brasileiro

A fotografia clássica ganhou, recentemente, um Dicionário Técnico contendo 334 páginas e um total de 1.107 verbetes produto da pesquisa de mais de 30 anos do fotógrafo e pesquisador Pedro Karp Vasquez.

Parte do dicionário se encarrega de catalogar equipamentos, instrumentos, processos, métodos, conceitos e produtos relacionados com a fotografia desde o século 19, quando era conhecida como pré-digital ou ainda a fotografia de verdade, como Vasquez gosta de classificar.

Segundo Karp, o dicionário vai servir de recurso de pesquisa para gerar uma informação que pode não estar mais disponível no futuro, que é o fazer fotográfico. “Eu fiz o dicionário pensando, prioritariamente, nos museólogos, arquivistas, pesquisadores e historiadores que são obrigados a lidar com matérias cuja natureza vai sendo perdida com a voracidade do tempo”, explica o autor que também é historiador, curador, crítico de fotografia e um dos responsáveis pela criação, em 1980, do Instituto Nacional de Fotografia, antecessor do CCPF.

Com o objetivo inicial de publicação da obra, porém, por forças maiores, $$$, o fizeram disponibilizar de forma gratuita para um maior número de pessoas e, desde de dezembro último, lá está a sua compilação romântica e abnegada no site da Funarte: http://sistemas10.dominiotemporario.com/funarte/dicionario_fotografia/.

Pedro Karp Vasquez é formado em Cinema pela Université de La Sorbonne e Mestre em Ciência da Arte pela Universidade Federal Fluminense. Fotógrafo, pesquisador, curador, crítico, professor e poeta, é autor de 26 livros entre os quais: Dom Pedro II e a Fotografia no BrasilFotografia: Reflexos & ReflexõesMestres da Fotografia no Brasil e, mais recentemente O Uso Criativo de Acervos Fotográficos. Recebeu o Prêmio Nacional de Fotografia da Funarte, em 1996, e a Bolsa Vitae de Fotografia, em 1998. É membro do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro.